tentativa 06.jpg

o

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

o

QUEM SOMOS

O que é a Confluência Desenvolvimento Humano

 

Empresa dedicada a transmitir conhecimentos e proporcionar experiências em favor do desenvolvimento pessoal, profissional e social de indivíduos, equipes e organizações, em suas dimensões cognitiva, afetiva, expressiva e simbólica.

Nosso percurso

- Oficina Conversa & Cura – Revendo e construindo percepções e atitudes em favor da saúde, no GT Integrando Linguagens - 7º Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde - Associação Brasileira de Saúde Coletiva – Cuiabá,  2016, https://www.abrasco.org.br/site/wp-content/uploads/2016/12/Anais7CBCSS16.pdf;

Ateliê Aberto de Sensibilidade e publicação da obra Conversa & Cura: desafiando e desfiando histórias (ed. Kiron), Rio de Janeiro, 2016;

- Realizações do Ateliê Aberto de Sensibilidade: na Biblioteca Estadual e Diretoria de Humanização da Gestão do Governo do Acre, em Rio Branco, Acre, em 2016; e Território Inventivo e Sesc Nacional, no Rio de Janeiro, e CEU Heliópolis, em São Paulo, 2017 https://www.youtube.com/watch?v=Njz9XWmPrmY&t=41s ou https://www.youtube.com/watch?v=8P8vp7Cx3EY;

- Ateliê Aberto de Sensibilidade – Perspectiva territorial, na programação da Virada Sustentável Rio de Janeiro: Favela Hub (Morro do Cantagalo) e Pça. Xavier de Brito (Ciranda dos Afetos) - junho 2017 https://www.viradasustentavel.org.br/rio-de-janeiro/virada-sustentavel-rio-de-janeiro-2017/programacao.html;

- Oficina de Humanização, no Ciclo de palestras Saúde, Sociedade e Conhecimento, Faculdades São José, Rio de Janeiro, junho 2017;

- Ateliê Aberto de Sensibilidade na programação da 3ª Conferência Nacional de Alternativas para a Nova Educação, Brasília, jun/2017, http://conane.pro.br/2017/wp-content/uploads/2017/06/PROGRAMA%C3%87%C3%83O-CONANE-2017-v11-09-06.pdf;

- Curso Caminhos e Práticas na atuação social em Territórios – desenvolvido em parceria com Helena Singer, no Sesc São Paulo, junho e julho de 2017, http://centrodepesquisaeformacao.sescsp.org.br/atividade/caminhos-e-praticas-na-atuacao-social-em-territorios;

- Diálogos Inspiradores, na programação do 6º Enarc – Encontro Nacional dos Românticos Conspiradores, Paraisópolis, MG - julho de 2017, https://www.youtube.com/watch?v=sqY1zuLpPiY;

Oficina Excursões Poéticas – integrando a programação do Terça ConVerso – Teatro Gláucio Gill, Rio de Janeiro, RJ – agosto de 2017;

- Projeto Colaboratório Saúde - oficinas de sensibilização e educação em saúde junto aos beneficiários da GEAP no Rio de Janeiro. Outubro a novembro de 2017.

- Conferência Humanização e Tecnologia: conflito, cooperação ou complementação?, no Fórum Desafios de uma Odontologia Humanizada em Tempos de Avanços Tecnológicos, no 3º Congresso Internacional de Odontologia do Amapá. Associação Brasileira de Odontologia do Amapá. Macapá, AP, novembro de 2017.

- Apresentação do Ateliê Aberto de Sensibilidade no Sesc Araxá. Administração Regional do Sesc no Amapá. Novembro de 2017.

- Ciclo de Oficinas de Humanização. Casa Oiam, Hospital Universitário João Barros Barreto, Fundação Santa Casa da Misericórdia do Pará, Hospital e Pronto Socorro Municipal Mario Pinotti, Coordenação Estadual de Humanização do Pará e Centro de Hemodiálise Monteiro Leite/Associação de Doentes Renais Crônicos e Transplantados do Pará. Belém do Pará, 5 a 10 de novembro de 2017.

- Apresentação da oficina Malabarismo para brincar, cuidar e educar e do Ateliê Aberto de Sensibilidade no 2º Simpósio de Neurodesenvolvimento Brincar, Cuidar e Educar na Infância. Universidade Federal de Juiz de Fora e Aliança pela Infância - Núcleo Juiz de Fora. Juiz de Fora, MG, dezembro de 2017. 

http://www.ufjf.br/faculdadedeeducacao/files/2017/04/II-simposio-neuro-1.pdf 

- Apresentação da instalação Espelhos da Humanização e do Ateliê Aberto de Sensibilidade no Congresso Carioca de Atenção Primária em Saúde, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, 16 e 17 de dezembro de 2017. 

https://apscarioca.com.br/programacao/

- Vivência Auto-diplomação – registros de conquistas, por ocasião da apresentação de TCCs do Curso de Formação de Auxiliares em Saúde Bucal da Associação Brasileira de Odontologia – Seção Rio de Janeiro (ABORJ). Rio de Janeiro, março de 2018.

- Apresentação de pôster interativo com relato de experiência sobre o Ateliê Aberto de Sensibilidade e da instalação Espelhos da Humanização no I Congresso Internacional de Práticas Integrativas e Complementares e Saúde Pública. Rio de Janeiro, 13 a 15 de março de 2018.

- Participação no III Encontro de Humanização da Prefeitura de Duque de Caxias, com a palestra 'Exercitando a Humanização'. Duque de Caxias, 19 de abril de 2018. Em https://goo.gl/3Xc1Xt.

- Lançamento e apresentação da instalação interativa 'Máquina de Humanizar Humanos', no III Encontro de Humanização da Prefeitura de Duque de Caxias, RJ, 19 de abril de 2018

- Realização do Estúdio de Sensibilidade, entrevistando professores, gestores, profissionais acerca da importância dos TSBs e ASBs para a humanização em saúde. Durante o Encontro Fluminense de Técnicos e Auxiliares em Saúde Bucal, na ABO RJ, 19 de maio de 2018.

- Apresentação da instalação interativa "Diálogos Inspiradores" durante a Virada Sustentável 2018 no Rio de Janeiro. Museu de Arte do Rio, 7 de junho de 2018. https://goo.gl/rgHc8Y.

- Projeto Trupe de Ativadores da Sustentabilidade Urbana, durante a Virada Sustentável 2018 no Rio de Janeiro, mobilizando atores sociais no território em que habitam em torno dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.  Em parceria com a Acasys Design e Tecnologia. Rio de Janeiro, 8, 9 e 10 de junho de 2018. www.facebook.com/tasumuda 

- Vivência "Estratégias para o Conspirador Isolado", no 7º Encontro Nacional dos Românticos Conspiradores - Enarc. Resende, RJ, julho de 2018.

- Participação do 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, promovido pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva - Abrasco, com a apresentação de quatro relatos de experiência: "Sujeitos, Verbos e Predicados: protagonismo narrativo e vitalidade"; "Ciclo de Oficinas ‘Humanização e Subjetividade’: caminhos e recursos"; "Ateliê Aberto de Sensibilidade: vivências de autoconhecimento e de aprimoramento na relação com o outro e com a sociedade"; e "Clínica e Saúde Coletiva - conflito, distanciamento ou sinergia?". Rio de Janeiro, 27, 28 e 29 de julho de 2018.

- Workshops "Sensibilidade" e "Educador do Na Medida". Associação Singulares, Volta Redonda, RJ, setembro de 2018.

- Projeto Artérias da Muda - Escola Municipal Soares Pereira. Alunos do ensino fundamental e professores empreenderam mobilização da comunidade do entorno em favor da coleta e correta destinação do óleo vegetal. Rio de Janeiro, RJ, setembro a dezembro de 2018. O evento foi incluído no Circuito Urbano, rede de ações promovida pela ONU Habitat em favor do Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 11 - Cidades e Comunidades Sustentáveis.

- Projeto "Saúde Bucal em Movimento", destinado a capacitação de multiplicadores entre crianças e jovens atendidos pela SBS - Sociedade Brasileira de Solidariedade. Rio de Janeiro, outubro a dezembro de 2018.

- Rodas de Conversa sobre autocuidado e câncer bucal, realizadas junto a profissionais do Inmetro e no INSS. Circuito Saúde GEAP, novembro de 2018.

- Apresentação do "Ateliê Aberto de Sensibilidade" na Bienal de Ludicidade - Diversidade e Vivências no brincar, realizado pela Escola de Aperfeiçoamento de Proressores - EAPE - Secretaria de Educação do Distrito Federal, GDF, Brasília, dezembro de 2018.
- Apresentação do "Ateliê Aberto de Sensibilidade - Perspectiva Inclusiva" no 1o Congresso de Educação Física Escolar na Perspectiva Inclusiva – CEFEPI, organizado em parceria pelo LEPIDEFE - Laboratório de Estudos e Pesquisas sobre Inclusão e Diferenças na Educação Física Escolar (EEFD-UFRJ) e o GEPEC - Grupo de Pesquisa Corpo e Cultura de Movimento, (DEF-UFRN), UFRJ, Rio de Janeiro, dezembro de 2018.

- Projeto "Saúde em Movimento", com os temas "Dezembro Vermelho - Mês da Conscientização e luta contra a AIDS", "Aedes Aegypti", "Quem vê cara não vê infecção", GEAP, Rio de Janeiro, dezembro de 2018 a fevereiro de 2019.
- Entrevista a Alexandre Milagres na Rádio Nossa Sehora de Copacabana "Diálogo como fio condutor da saúde", Programa Viva Voz Saúde, https://youtu.be/PE3NncPiCao, março de 2019.

- Capacitação de Educadores do Projeto Na Medida, na Faculdade Estácio de Sá e no Gacemss, respectivamente em Resende e Volta Redonda, RJ, março de 2019.

- Ciclo de Rodas de Conversa  "Mitos & Verdades em Saúde", dentro do Projeto Idoso Bem Cuidado, com os temas "Diabetes e Hipertensão", "Tabagismo", "Por que temos cáries e como evitá-las?", "Sabendo mais sobre saúde bucal", Casa das Beiras, GEAP, março a setembro de 2019.

- Realização da Oficina: "O Educador Isolado - Expirar e Co-Inspirar", e apresentação do Projeto "TASU-Muda - Interface da Comunidade x Escola Municipal Soares Pereira - Articulando Teritórios Educativos" no Varal de Experiências da IV CONANE - Conferência Nacional de Novas Alternativas em Educação, Brasília, DF, junho de 2019.

- Lançamento do Espaço Conversa & Cura, com a realização, em parceria com a Nova Geração de Pais, da roda de conversa "Amamentação: história construída a muitas mãos", com a participação de Luciana Telemaco e Ana Paula Torres, Eliane Caldas (IFF, Fiocruz) e mediação de Valéria Rôças, em agosto de 2019.

- Palestra-oficina "Saúde Bucal: como prevenir doenças" na Semana Interna de Prevenção de Acidentes da DATAPREV, agosto de 2019.

Para conhecer mais, visite:

 

Nosso canal no YouTube:

 

 

Autores

Foto Mauro compactada.jpg

Mauro Lopez Rego

 

Gestor de projetos sociais, engenheiro de comunicações pelo IME e arte-educador. Pós-graduado em gerência e planejamento de projetos pela UFAC e mestre em administração pela FGV Rio. Atuou como professor em educação básica e no ensino superior de engenharia, e com arte-educação em projetos de atividade artística, no Clã do Jabuti Criação Verbal e no Grupo Clãdestino de Arte Educação, com ênfase em literatura, artes visuais e artes cênicas. Coordenou o SescCiência, ação nacional de educação não formal. Coordenou Programa Especial de Bolsas de Estágio do Sesc Nacional, concedendo bolsas de estágio de nível superior em todo o país. Participou da gestão da Rede de Inovação na Educação Básica, reunindo experiências reconhecidas pelo MEC em 2015. Entre 1992 e 2016 atuou no Sesc, no Departamento Nacional e no Acre, Rondônia, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Rio de Janeiro. Foi gestor das áreas de planejamento, programas sociais, sustentabilidade, estudos e pesquisas e diretor regional (RS e RJ). Integrante do Conselho Consultivo da Associação Singulares e da coordenação do Projeto Na Medida.

Autor do livro de poesias Golpe da Melhor Idade, com Carlos Marcio Cozendey e Wilson Branco (Ed. Presença).

Foto Valeria compactada.jpg

Valéria Rôças

 

Formada em magistério pelo IERJ e em odontologia pela FOV. Especialista em Saúde Coletiva pela ENSP, em gestão em saúde da família pela UERJ, concentrando seu interesse em saúde bucal coletiva. Como odontóloga sanitarista do Departamento Nacional do Sesc trabalhou na concepção, implantação e qualificação do projeto de unidades móveis de saúde bucal executado em 26 unidades da Federação (OdontoSesc), na elaboração de publicações e na qualificação e desenvolvimento da gestão de equipes clínicas em todo o país. Elaborou o Guia de Avaliação da Assistência Odontológica. Pelo Cedaps atuou na Estratégia de Saúde da Família, em Paquetá, RJ. Pelo Grupo Santista e pela Fundação Ataulfo de Paiva atuou como odontopediatra. Pela ABORJ compôs a primeira equipe de docentes do curso de formação de agentes comunitários em saúde.  Com experiência em Educação em Saúde, orientando a publicação Manual Técnico de Educação em Saúde Bucal. Docente do Curso de Educação em Saúde e Saneamento Ambiental (PUC Rio – 2013 e Sesc RJ – 2014 e 2015).